Coxim/MS, Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 17 de Agosto de 2018, 15h:32
Tamanho do texto A - A+

Corpo encontrado há seis dias no pantanal ‘apodrece’ esperando por autoridades

Idoso de 60 anos teria sido encontrado morto no último sábado

Leonardo Barbosa
Capital News

Edição MS

Corpo encontrado há seis dias no pantanal ‘apodrece’ esperando por autoridades

Corpo exposto ao pasto apresenta estado de decomposição avançado

O corpo de um homem de 60 anos, morto pelo capataz de uma fazenda na região pantaneira próxima à Corumbá, aguarda pela chegada das autoridades competentes há quase seis dias. Identificado como Geraldo Maciel Ferreira, o homem foi morto após invadir a fazenda e tentar atirar contra o capataz.

 

Segundo informações do site Edição MS, autoridades policiais de Coxim e Corumbá ainda não teriam entrado num acordo, principalmente pela falta de estrutura, sobre quem iria ao local fazer a investigação.

 

Edição MS

Corpo encontrado há seis dias no pantanal ‘apodrece’ esperando por autoridades

Corpo exposto ao pasto apresenta estado de decomposição avançado

A defesa do proprietário da fazenda informou que seu cliente entrou em contato com a delegacia de Corumbá para comunicar o acontecido e solicitar a presença das autoridades. O fazendeiro também procurou a delegacia de Coxim e registrou um boletim de preservação de direito, na terça-feira (14), porém, três dias depois, o corpo continua caído no pasto, em estado de putrefação.

 

O crime

 

Na noite do último sábado, Geraldo passava pela fazenda e pediu ao capataz para passar a noite no local. No dia seguinte teria pedido para matar uma vaca e foi avisado pelo responsável da fazenda que não poderia abater o animal, pois não tinha permissão. Foi quando Geraldo teria sacado uma arma e disparado contra o capataz, acertando seu braço, na altura do ombro. Os dois entraram em luta corporal e o capataz conseguiu tomar a arma, mas Geraldo sacou um segundo revólver, obrigando o capataz a atirar contra ele.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix