Coxim/MS, Domingo, 09 de Dezembro de 2018 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017, 11h:48
Tamanho do texto A - A+

Pecuarista achado morto em rio foi assassinado, confirma exame

Agora, policiais trabalham para esclarecer autoria e motivação do crime

Laura Holsback
Capital News

O pecuarista Antônio Carlos Henriques de Lima, de 57 anos, que havia sido achado morto no Rio Taquari, na região de Rio Verde, foi assassinado. Informação inicial era de que ele poderia ter morrido afogado após queda de cavalo. 

 

Divulgação

Pecuarista achado morto em rio foi assassinado, confirma exame

Família fretou avião para resgar o corpo

Conforme o site Edição MS, exame de necropsia confirmou as perfurações que havia no pescoço e no tórax de Antônio foram as causas da morte. O crime foi na quarta-feira (6), em fazenda do Pantanal, que fica em Corumbá com acesso por Rio Verde. Segundo a polícia, depois de ter sido assassinada, a vítima foi jogada no rio. 

 

As informações iniciais eram de que o fazendeiro tinha se afogado ao atravessar um corixo com uma comitiva. Entretanto, a necropsia não encontrou água nos pulmões da vítima.

 

Foram peões que avisaram a família sobre o achado do corpo e um avisão precisou ser fretado para que equipe do Corpo de Bombeiros de Campo Grande pudesse fazer o resgate no local de difícil acesso.

 

Como o caso era tratado como afogamento, os bombeiros encontraram o corpo no dia seguinte e levaram para a Capital, onde o assassinato foi descoberto, diante das lesões que havia no corpo do pecuarista. 

 

O caso está sob investigação para esclarecer a autoria do crime.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix