Coxim/MS, Terça-Feira, 25 de Junho de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 17 de Dezembro de 2018, 17h:13
Tamanho do texto A - A+

Justiça mantém condenação e Mara Caseiro terá que pagar R$ 5 mil por propaganda irregular

Deputada teve recurso negado pelo TRE-MS, após denúncia do PDT

Leonardo Barbosa
Capital News

Foto: Patrícia Mendes

Parlamentar convoca MP a investigar coletivo que arrecada dinheiro para índios

Deputada é acusada de contrtar serviço de impulsionamento de conteúdo para terceiros, o que é proíbido pela Justiça Eleitoral

A deputada estadual Mara Caseiro (PSDB) teve recurso negado pela corte do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral) e terá de pagar R$ 5 mil em multa, por propaganda considerada irregular, praticada no 2º turno das eleições deste ano. A parlamentar teria impulsionado conteúdo de apoio à reeleição do governador Reinaldo Azambuja, no Facebook - o que é proibido pela Justiça Eleitoral. A denúncia do caso foi feita pelo PDT, partido do então adversário de Azambuja, Odilon de Oliveira.

 

Na tentativa de recurso da deputada, ela contestou que havia sido notificada pelo Whatsapp e questionou o fato de não ter sido intimada pessoalmente para se explicar.

 

 

Na decisão da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), os magistrados entenderam que os argumentos da deputada não eram suficientes e manteve a multa aplicada pela propaganda irregular, no valor de R$ 5 mil.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix