Coxim/MS, Sexta-Feira, 30 de Julho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 20 de Julho de 2021, 15h:39
Tamanho do texto A - A+

Investimentos no setor de turismo auxiliam a retomada econômica em MS

Trabalhadores do segmento turístico receberam auxílio emergencial mensal

Lethycia Anjos
Capital News

Silas Ismael/Divulgação

Investimento no setor de turismo auxiliam a retomada econômica em MS

Passeio Fluvial no Pantanal de Coxim

A partir da implementação da Lei 185/2021, que instituiu o programa “Incentiva+MS Turismo”, diversos trabalhadores do setor turismo serão beneficiados durante seis meses, com um auxílio emergencial de R$ 1 mil por mês. Conforme o Governo do Estado, o benefício contemplará guias turísticos (pessoa física), microempreendedores Individuais (MEIs) e Microempresas (MEs). 

 

De acordo com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável, em Coxim cerca de 80 empresas do setor de turismo preencheram os pré-requisitos necessários à solicitação do auxílio do Retomada MS. Entre os segmentos estão hotéis, pousadas e similares, ranchos legalizados, restaurantes, lanchonetes, bares e similares, transportadores, guias de turismo, agências e operadores de turismo.

 

Cerca de 20% da matriz econômica de Coxim é baseada no turismo, dados do Centro de Atendimento ao Turista e do Conselho Municipal de Turismo apontam que desde o início da pandemia houve uma redução de 90% nas atividades pesqueiras, carro-chefe do turismo no local, a queda também foi registrada nas atividades ecoturísticas do Pantanal, como os passeios fluviais e os safaris 4x4, com redução de 70%.

 

O Turismólogo Ariel Albrecht destaca a importância da iniciativa. “O pacote de auxílio do Governo de MS deverá amenizar a situação que, aliada ao cenário positivo para a retomada do crescimento dos respectivos segmentos já nos próximos meses, deverá trazer novo ânimo às empresas e profissionais da cultura e do turismo em Mato Grosso do Sul”, explicou.

 

Em 2019, apenas na demanda de estrangeiros, o município recebeu mais de 500 turistas, número que reduziu para zero em 2020. Contudo, com o avanço da vacinação contra a Covid-19 tanto no Brasil quanto na Europa, o setor começou a dar sinais de recuperação, e são esperadas uma retomada razoável a partir de outubro de 2021.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix