Coxim/MS, Quarta-Feira, 12 de Maio de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 16 de Abril de 2021, 17h:54
Tamanho do texto A - A+

Mais Social beneficiará cerca de 4 mil famílias em Coxim

Programa também irá contribuir na recuperação econômica do município

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/PMC

Mais Social beneficiará cerca de 4 mil famílias em Coxim

Mais Social irá substituir o Vale Renda

Programa Mais Social desenvolvido pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, irá beneficiar cerca de 100 mil famílias dos 79 municípios do estado por meio de um auxílio de R$ 200 mensais destinado a compra de alimentos. Em Coxim, município localizado na região norte do Estado, a previsão é que cerca de quatro mil famílias sejam beneficiadas.

 

O programa substitui o Vale Renda, criado em 2009, pelo então Governador André Puccinelli, com o Mais Social o auxílio passa de R$ 180 para R$ 200, atendendo as mesmas famílias.

 

As famílias aptas a receberem o benefício serão notificadas pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), responsável pelo levantamento de dados dos beneficiários. Por meio do Banco de Dados disponibilizado pelo Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal a Sedhast realiza o cruzamento de informações que indicarão qual família se enquadra nas normas do Programa.

 

Maria Aparecida Roberto de 54 anos, é diarista e beneficiária do programa Vale Renda, ela ressalta que os benefícios sociais do Estado sempre foram essenciais nas despesas de sua casa, visto que por seu marido ser autônomo, a renda familiar varia conforme a demanda de trabalho. “Os trabalhos oscilam muito. Um dia você trabalha e no outro não, só que as contas nunca deixam de vencer e temos que comer também. Com a pandemia o medo tomou conta e muitas pessoas suspenderam as faxinas, então toda ajuda é necessária, principalmente para botar comida dentro de casa”, explicou via assessoria.

 

Para receber o benefício é necessário cumprir requisitos como ter renda familiar até meio salário mínimo e crianças matriculadas e com frequência regular na escola. Segundo a assessoria, famílias com idosos terão prioridade no acesso ao Programa. A estimativa do Governo é que sejam investidos R$ 182 milhões por ano no programa.

 

De acordo com a prefeitura de Coxim, a estimativa é que o programa movimente em torno de R$ 800 mil mensais no comércio. O secretário estadual de infraestrutura, Eduardo Riedel destaca que além de ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade, o programa visa  fomentar o comércio local e auxiliar na recuperação econômica do município. “Esse benefício vem em um momento muito importante para tentar garantir o mínimo para a subsistência de pessoas que estão sem fonte de recurso, e a tendência é de que a movimentação aconteça nos setores de alimentação. Enquanto estamos fazendo restrições, as vendas caem muito e empresas não vendem, acumulando dívidas. Todas essas iniciativas são muito importantes para a economia”, ressaltou Riedel via assessoria.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix