Coxim/MS, Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 16 de Julho de 2019, 18h:54
Tamanho do texto A - A+

Paulista é autuado em R$ 135 mil por desmatamento

Foram derrubadas 53 árvores nativas em uma das propriedades

Elaine Silva
Capital News


Divulgação/PMA

Foram derrubadas 53 árvores nativas

Propriedades são localizadas em Jardim e Porto Murtinho

A Polícia Militar Ambiental de Campo Grande autuou um paulista em R$ 135 mil por desmatamento e exploração de madeira em duas propriedades rurais em Porto Murtinho e Jardim. As vistorias aconteceram na última segunda-feira (15). O paulista também vai responder pelo crime ambiental de desmatamento que prevê pena de três a seis meses de detenção e por exploração ilegal de madeira com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Ele foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Policiais verificaram na propriedade rural de Porto Murtinho o desmatamento de 18,7 hectares, bem como a derrubada de 53 árvores nativas de grande porte da espécie aroeira para a exploração de madeira, tudo sem autorização ambiental. Na vistoria de outra área na propriedade do município de Jardim, foi constatado o desmatamento ilegal de 21,8 hectares e a derrubada de árvores nativas de grande porte de várias espécies para exploração da madeira, em uma área de 113 hectares. As atividades foram interditadas e as madeiras nas duas propriedades foram apreendidas.  

O gerente das fazendas afirmaram, de acordo com a assessoria que não tinha a documentação ambiental para a atividade realizada. Os Policiais identificaram o proprietário, residente em Jaguariuna (SP) e o autuaram administrativamente, aplicando multa de R$ 135.300 mil. 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix