Coxim/MS, Terça-Feira, 05 de Julho de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 23 de Maio de 2022, 14h:53
Tamanho do texto A - A+

Pessoas com 50 anos ou mais podem tomar quarta dose contra Covid-19

Doses dos imunizantes estão disponíveis em todas UBS sem necessidade de agendamento prévio

Rogério Vidmantas
Capital News

Assecom

Dourados Vacinação

Todas UBS do município têm doses de vacinas disponíveis

A programação de imunização contra a Covid-19 segue nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de todo município de acordo com o calendário de cada público-alvo ou faixa etária. Antes centralizado, douradenses podem ir diretamente na UBS mais próxima para se vacinar sem agendamento prévio. Pessoas acima de 50 anos, que tomaram a dose adicional (3ª dose) em janeiro ou antes, podem agora tomar a dose de reforço (4ª dose).

 

Em Dourados, considerando a população apta a receber o imunizante (5 anos ou mais), quase 84% já atingiu o esquema vacinal completo, duas doses de imunizantes da AstraZeneca, Pfizer ou Coronavac ou dose única da Janssen. Esse bom índice faz com que o esforço do Núcleo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde se concentre em aumentar o ritmo da aplicação de doses adicionais e de reforço. 

 

Até o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado nesta segunda-feira (23), parcela de 37% foi imunizada com a terceira dose e a quarta dose chegou a 5%, mas essa queda tem explicação, segundo Edvan Marcelo Marques, chefe do Núcleo de Imunização. “As doses de reforço ainda são direcionadas para público-alvo bem específico que leva em consideração faixa etária, por exemplo. Por isso o alto índice no caso do esquema primário e depois a queda em relação à dose de reforço”.

 

Apesar disso, Edvan chama atenção para a diferença dentro do ciclo primário. “Quase 98% da população iniciou o ciclo primário com a primeira dose, mas 84% completaram com a segunda. Essas pessoas precisam retornar às UBS para a segunda dose. Uma explicação para essa diferença é a queda da percepção de risco em relação à covid-19. E a pandemia ainda está aí, não podemos deixar de nos protegermos com a vacina, agora disponível para todos”, alerta. 

 

A vacinação freou a velocidade de contaminação da covid-19 e diminuiu drasticamente o número de óbitos, mas o vírus segue circulando. O Mato Grosso do Sul registrou 258 novos casos neste domingo (22), mas sem mortes. No Brasil, foram mais 28.807 casos, com 134 vidas perdidas. A média diária de mortes na última semana é de 101. Em Dourados, as Unidades Básicas de Saúde funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix