Coxim/MS, Sábado, 14 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019, 15h:29
Tamanho do texto A - A+

Procon recebe repúdio à Energisa e encaminha à empresa

Uma das reclamações é devido as “cobranças abusivas”

Laryssa Maier
Capital News

 

Procon/MS

Procon recebe repúdio à Energisa e encaminha à empresa

Procon anexou na notificação e encaminhou à empresa

O vereador José Natan de Paula Dias, de Aparecida do Tabuado, autor de Moção de Repúdio à Energisa (Distribuidora de Energia S/A). Esteve na Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, para comunicar ao superintendente Marcelo Salomão e  entregar cópia do documento com subscrição de todos dos demais componentes do Legislativo Municipal.

 

Segundo o texto da Moção, aprovada por unanimidade na Câmara Municipal de Aparecida do Tabuado, a  iniciativa teve como motivação a “má qualidade dos serviços ofertados, com constantes cortes no fornecimento de energia e o aumento de tarifas e cobranças abusivas praticadas pela empresa no município”. 

 

O vereador demonstra que a concessionária dos serviços de distribuição de energia elétrica  é detentora do maior número de reclamações no Procon Municipal. De acordo com o José a ação que ocorre, também, em outros municípios da região, tem como finalidade demonstrar o descontentamento da população local, de modo geral, em função dos “transtornos causados” levando em consideração que se trata e empresa que, praticamente, detém o monopólio de serviço essencial e, em razão disso, o consumidor deixa de ter alternativa para minorar as preocupações a que está exposto.

 

Tendo em vista que o Procon Estadual está desenvolvendo procedimento de notificação que questiona a distribuidora de energia a respeito de problemas idênticos apresentados pela Câmara Municipal de Aparecida do Tabuado, o documento recebido será anexado ao processo.

 

Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix