Quarta-feira, 22 de Maio de 2024


Coxim Quarta-feira, 10 de Abril de 2013, 10:26 - A | A

Quarta-feira, 10 de Abril de 2013, 10h:26 - A | A

Aluizio quer fim de rombo milionário em Coxim

Bruno Chaves - Capital News (www.capitalnews.com.br)

Durante o evento “Transparência e Trabalho”, da Prefeitura de Coxim, o chefe do Executivo Municipal, Aluizio São José (PSB), fez um balanço de seus três primeiros meses a frente do comando da cidade e prestou contas a população coxinense. De acordo com declarações do prefeito, tão importante quanto economizar é empregar o dinheiro público de forma correta. No evento, o Aluizio ainda se comprometeu em acabar com dívida milionária da prefeitura.

Centenas de cidadãos se reuniram no auditório da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), campus de Coxim, para conhecer a real situação financeira do município. O evento aconteceu na noite do último dia 8.

Segundo informações da prefeitura, repassadas por meio da assessoria, a primeira apresentação ficou a cargo da presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Coxim (Sinsmc), Márcia Gonzalez da Silva, que é membro da comissão de transição. Em resumo, ela apresentou as dívidas herdadas pela atual administração, que ultrapassam os R$ 16 milhões.

A folha de pagamento da prefeitura, de dezembro de 2012, é um dos maiores rombos dos cofres públicos municipais. Os valores chegam a, aproximadamente, R$ 2,3 milhões, que somados a encargos ultrapassam R$ 2,6 milhões. Do montante citado, também ficou, como restos a pagar de 2010, 2011 e 2012, cerca de R$ 2,2 milhões.

Outra preocupação da administração municipal, de acordo com Márcia, é o comprometimento da receita, pois, somente na gestão passada, o Instituto Municipal de Previdência de Coxim (IMPC) foi parcelado quatro vezes. Atualmente, cerca de R$ 130 mil saem mensalmente da prefeitura para pagar parcelamentos com o Instituto.

No total, o balanço final da dívida ficou em R$ 16.767.189,47, subtraída a disponibilidade financeira de R$ 3.448.400,77. Para a atual administração, fica claro que Aluizio São José herdou um município com saldo negativo de R$ 13.318.788,70. Entretanto, os recursos encontrados nos cofres municipais são vinculados aos fundos, como o da Saúde, devendo ser investidos de formas específicas.

Para Aluizio, que não fez críticas a ex-prefeitos, o objetivo é dar transparência ao trabalho que sua equipe vem realizando. A intenção do prefeito é recuperar o equilíbrio fiscal e financeiro de Coxim.

“Desde que assumimos, o desafio tem sido levantar o custo dos serviços públicos, para que o planejamento seja colocado em prática. A orientação a todos os setores é gastar bem o que se arrecada, promovendo gastos com responsabilidade, sem deixar de prestar serviços públicos de qualidade”, ressaltou o prefeito.

O prefeito ainda lembrou que o controle de gastos que vem sendo executado pela Secretaria de Gestão está resultando em economia de até 30% com a repactuação de contratos. “A gerência de Licitação também tem contribuído com a redução de gastos, recentemente economizamos aproximadamente R$ 1,1 milhão na aquisição de medicamentos”, explicou o prefeito.

Durante seu pronunciamento, o prefeito deixou claro que outra meta de seu governo é aumentar a arrecadação de Coxim. Para ele, a dificuldade em ampliar as receitas está ligada a falta de investimento por parte do poder público, ou seja, “a população não vê retorno dos impostos pagos nas ruas, nos bairros e, por fim, na cidade”, finalizou Aluizio, garantindo que essa realidade vai mudar.

Comente esta notícia