00:00:00 Sexta-feira, 19 de Julho de 2024


Coxim Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2014, 13:54 - A | A

Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2014, 13h:54 - A | A

Briga entre família deixa três feridos como saldo

Gilson Giordano - Capital News (www.capitalnews.com.br

Uma briga generalizada envolvendo pessoas da própria família mobilizou uma guarnição de Policiais de Trânsito (GTRAN) e outra da Polícia Militar.

O “bafafá” aconteceu neste domingo (14), na Rua Um, no assentamento Vale do Taquari entre os municípios de Coxim e Silviolândia, ambos localizados na região norte do Estado e distante da Capital a pouco mais de 350 quilômetros.

No referido endereço, mora o casal Tiago De Souza Guimarães, sua esposa Ana Maria Rodrigues Barbosa, de 20 anos, que no período da tarde acabaram se desentendendo e a mulher saiu de casa e foi para o meio da Rua e Tiago foi atrás dela dando seqüência à confusão.

Vendo que irmã estava apanhando do marido, Sebastião Rodrigues Barbosa, de 21 anos, também entrou na briga com o “tempo fechando mesmo”, tanto que foram necessárias as presenças de policiais das duas instituições: GTRAN E PM.

Sebastião Rodrigues Barbosa é conhecido na região pelo fato de ser muito “nervoso” e extremamente agressivo.

Vendo que Tiago estava em desvantagem na briga, o adolescente J.R.B.S., de 17 anos, também irmão de Ana Maria e Sebastião, entrou na confusão, mas a favor do cunhado.

Depois de muitos gritos e com a participação da turma do “deixa disso” e a chegada da polícia, os “brigões” foram separados, mas o saldo deixado foi o pior possível.

Segundo o site Edição de Notícias, Tiago Guimarães saiu da confusão com um profundo corte no rosto e diversas escoriações. Ana Maria, mulher dele, com ferimentos nas pernas, pés e reclamando das dores sentidas no braço e Sebastião Barbosa, o mais nervoso da turma saiu da confusão com um ferimento no rosto.
Diante dos fatos, a Polícia Militar, sem outra alternativa, levou todo mundo para a Delegacia de Polícia Civil onde o caso foi registrado como vias de fato e lavrado um boletim de ocorrência.
 

Comente esta notícia