00:00:00 Quinta-feira, 18 de Julho de 2024


Coxim Quinta-feira, 07 de Março de 2013, 09:22 - A | A

Quinta-feira, 07 de Março de 2013, 09h:22 - A | A

Coxim recebe R$ 20 milhões do PAC 2

Fernanda Kintschner - Capital News (www.capitalnews.com.br)

O Governo Federal anunciou investimentos do PAC 2 para nove cidades de Mato Grosso do Sul. Uma delas é Coxim, no norte do Estado, que irá receber R$ 20 milhões.

Segundo o prefeito Aluizio São José (PSB), dois projetos da cidade foram inseridos nos programas Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas e no Pró-Transporte.

A prefeitura informou que os recursos servirão para urbanização do bairro Piracema e outro para pavimentação e urbanização da vila São Paulo.

Aluizio comemorou a inserção dos projetos e agradeceu o empenho da bancada federal para que os projetos fossem viabilizados. “Temos senadores e deputados federais comprometidos com Coxim e esse fator vai ajudar na construção da cidade dos sonhos da nossa gente”, comentou o prefeito.

O recurso para o Estado foi publicado ontem (6) no Diário Oficial da União (DOU). Além de Coxim, também receberam os recursos Dourados (R$ 49,9 milhões), Aquidauana (R$ 12,8 milhões), Coxim (R$ 19,8 milhões), Maracaju (R$ 10 milhões), Miranda (R$ 4,9 milhões), Naviraí (R$ 5,2 milhões), Nova Andradina (R$ 8,6 milhões) e Rio Brilhante (R$ 7,6 milhões).

Campo Grande também foi beneficiada, cujo valor final vai ser definido dentro de 15 dias, totalizando R$ 118,8 milhões somente para o interior do Estado, segundo informou o deputado federal Vander Loubet (PT), que com ajuda de Antonio Carlos Biff e o senador Delcídio do Amaral viabilizaram os recursos.

“O resultado foi excelente. Os investimentos a serem feitos nas nove cidades vão transformar a paisagem urbana, especialmente no interior", destacou Vander.

"Esta é uma grande vitória de todos nós, em especial dos parlamentares do PT, eu e os deputados que trabalhamos intensamente nos últimos meses junto ao Ministério das Cidades e à Presidência da República para que o maior número possível de prefeituras fossem atendidas", concluiu o senador Delcídio do Amaral.
 

Comente esta notícia