Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Coxim Segunda-feira, 01 de Dezembro de 2014, 16:40 - A | A

Segunda-feira, 01 de Dezembro de 2014, 16h:40 - A | A

Mulher usa canivete para tentar matar homem em MS

Gilson Giordano - Capital News (www.capitalnews.com.br

Devido ao ferimento causado por golpes de canivete desferido por uma mulher, o trabalhador rural identificado por Erivelton Sebastião da Cruz Silva, de 21, anos, teve que ser transportado ás pressas para a Santa Casa de Campo Grande, neste domingo (30), à noite.

Conforme as informações colhidas pelo site Coxim Agora, tudo começou por volta de 01h40, quando a mulher identificada por Vilma Gonçalves de Moraes, de 38 anos discutia com o ex-marido – cujo nome não foi divulgado – com quem tem três filhos, em uma Boate localizada na Rua Carlos Stefanini, localizada no bairro Senhor do Divino, em coxim, município situado na região norte do Estado e distante da Capital a 250 quilômetros.

De acordo com o relato feito por Vilma, já na Delegacia de Polícia, naquela cidade, ela estava discutindo com o marido, quando teria sido agredida por Erivelton que teria dado na mesma um empurrão.

Ainda de acordo com o depoimento, Vilma teria pegado uma garrafa de cerveja que estava na mesa e jogado contra Erivelton, no entanto, testemunhas que presenciaram a briga disseram aos policiais que a mulher usou um canivete para atingir o desafeto, que segundo ele, nem o conhecia.

O golpe desferido por Vilma atingiu Erivelton no rosto e no pescoço. A arma do crime foi entregue aos policiais militares da Rádio Patrulha que atenderam a ocorrência.

Diante da gravidade do ferimento, Erivelton foi socorrido por um amigo que o levou para o Pronto Socorro do Hospital Regional Dr. Álvaro Fontoura Silva, naquela cidade, mas devido á gravidade dos ferimentos, a vítima teve que ser trazida às pressas para a Santa Casa de Campo Grande, onde foi operado e este em observação.

Após a tentativa de homicídio, Vilma tentou ainda Vilma tentou se esconder em um banheiro da casa, mas acabou sendo apontada pelos presentes e acabou sendo presa e levada para a Delegacia de Polícia Civil, naquela cidade.

Essa não foi a primeira vez que Vilma foi parar na delegacia de Polícia. A autora da tentativa possuiu mais passagens. Na DP, ela disse que jogou a “garrafa” pelo fato dele (Erivelton) ter intrometido numa discussão que não pertencia a ele.
 

Comente esta notícia