00:00:00 Quinta-feira, 18 de Julho de 2024


Coxim Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014, 17:15 - A | A

Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014, 17h:15 - A | A

Recuperação das microbacias do Taquari deve terminar em dezembro

Luciana Recio - Capital News (capitalnews.com.br)

As ações de recuperação do Projeto Taquari em curso na Bacia do Alto Taquari, é exemplo das várias técnicas viáveis existentes de recuperação e reversão do atual quadro de degradação dos recursos naturais da área.

O projeto, em ritmo bastante acelerado, está próximo de seu término previsto para dezembro deste ano.

Executado pela AGRAER, com recursos oriundos da ANA - Agência Nacional das Águas, a proposta é implantada em sete microbacias em sete Municípios da região norte do Estado do MS que contempla a conservação de solo e água, recuperação de APP-Áreas de Preservação Permanente, adequação de estradas rurais e recuperação e estabilização de voçorocas.

As microbacias contempladas estão nos municípios de Coxim, Alcinópolis, Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, São Gabriel do Oeste, Camapuã e Figueirão.

As ações compreendem 8.600 ha de terraceamento, 172 km de construção de cercas isolando APP, 6,7 km de adequação de estradas rurais e recuperação de 28 voçorocas.

O projeto Taquari não tem a pretensão de resolver a problemática ambiental de toda a bacia, mas se apresenta como alternativa viável para tal e constitui em experiência demonstrativa para um processo ordenado de recuperação.

De acordo com o coordenador técnico regional da Agraer, Oscar Serrou Camy Junior, os trabalhos encontram-se adiantados em sua execução e o objetivo é concluir até dezembro deste ano.

“Para a solução do passivo da bacia, serão necessários recursos vultosos, a integração e articulações institucionais na região que envolvem os municípios aliados a um projeto factível que envolva os proprietários com contrapartidas obrigatórias que os envolva como parte imprescindível do processo”, conclui o coordenador técnico.
 

Comente esta notícia