Quinta-feira, 30 de Maio de 2024


Coxim Quinta-feira, 11 de Julho de 2013, 17:33 - A | A

Quinta-feira, 11 de Julho de 2013, 17h:33 - A | A

Senadores querem solucionar assoreamento do Taquari

Ítalo Milhomem - Capital News (www.capitalnews.com.br)

Os senadores de Mato Grosso do Sul, Ruben Figueiró (PSDB-MS), Delcídio do Amaral (PT) e Waldemir Moka (PMDB) do Mato Grosso do Sul se reuniram nesta quinta-feira (11) com a ministra chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para solicitar a implantação de um comitê gestor que deve buscar saídas para resolver o problema do assoreamento do rio Taquari. 

“A ministra foi muito receptiva, não conhecia a questão, tomou conhecimento, e certamente dará prosseguimento ao nosso pleito”, disse o senador Ruben Figueiró (PSDB-MS) que tem se mobilizado em torno da questão desde que assumiu o mandato no início deste ano. 

Os parlamentares destacam que o problema que começou na década de 80 é hoje um dos mais graves desastres ambientais do Brasil, com grande impacto social, econômico e financeiro para a comunidade de Mato Grosso do Sul, na região do Pantanal. 

Eles solicitaram da ministra Gleisi a formalização de um comitê gestor formado por seis órgãos: Casa Civil, Ministério da Integração Nacional, do Meio Ambiente, do Planejamento, do Governo de Mato Grosso do Sul e Embrapa Pantanal. 

Em 2006 foi criado um Grupo de Trabalho formado por 13 órgãos, que elaborou um Relatório intitulado “Programa de ações para promover a proteção e recuperação ambientais da bacia hidrográfica do rio Taquari”. No entanto, não houve prosseguimento ao trabalho. 

Os senadores também a ministra pediram a viabilização de recursos do Governo Federal para implantar as das ações propostas por este trabalho e se comprometeram a apresentar no orçamento de 2014 emendas de bancada para viabilizar a execução de algumas ações. Informaram ainda que governo do Estado de Mato Grosso do Sul já se comprometeu a participar do programa de recuperação da bacia do Rio Taquari, através de sua Secretaria de Meio Ambiente.

Comente esta notícia