Coxim/MS, Segunda-Feira, 25 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Cultura e Entretenimento
Sábado, 18 de Setembro de 2021, 16h:51
Tamanho do texto A - A+

Som na Concha movimenta o fim de semana na Capital

Atrações deste sábado conta com o artista Dovalle e a banda General R3 and the Black Family

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/Portal MS

Som da Concha 2021 fomenta a cultura em Mato Grosso do Sul

Edição passada do Som na Concha

Com objetivo de promover a cultura e o entretenimento na Capital, o projeto Som da Concha deste sábado (18), apresenta dois shows que pretendem agitar o fim de semana dos campo-grandenses.  Às 18h será realizado o show “Entre vícios e boleros”,  do artista Dovalle que junto com sua banda, a Lambada Mecânica apresenta músicas e performances no estilo MPB, às 19h ocorre o show #negãotábem que reúne black music, rap e soul apresentado pelo grupo General R3 and the Black Family.

 

Som da Concha é uma iniciativa criada pela Fundação de Cultural de Mato Grosso do Sul (FCMS), com o intuito de viabilizar diferentes shows e fomentar o setor cultural em MS. Neste ano, devido a Pandemia da Covid-19, os shows são realizados de forma híbrida com limitação de público, e transmissão ao vivo direto da Concha Acústica Helena Meirelles, localizada no Parque das Nações Indígenas. 

 

Divulgação/Tui Boaventura

Som na Concha

Dovalle

O cantor DOVALLE apresentará o espetáculo “Entre Vícios e Boleros” e destaca a importância de participar do projeto. “Foi uma grande honra ter sido selecionado para o projeto. Por isso, estamos preparando com muito carinho uma experiência para o público, como forma de agradecer a oportunidade através do espetáculo! ”, explicou o cantor. 

 

Para o artista, o Som da Concha é um meio de matar as saudades dos eventos culturais de MS. “O Som da Concha, sem dúvida é um projeto que tem um respeito aqui no MS. Quando adolescente pegávamos carona de Ribas do Rio Pardo até Campo Grande para curtir os shows no fim de semana! Fazer parte disso, conduzir a cerimônia de abertura é só dendê”, relata.

 

Divulgação do artista

Som da Concha terá MPB performática e black music

Som da Concha terá MPB performática e black music

O rapper Rodrigo Castejon, da banda General R3 and the Black Family, apresentará um show com a temática do empoderamento da arte negra, inteiro de músicas autorais. A banda foi uma das selecionadas em primeiro lugar para o encerramento do Som da Concha. De acordo com o artista, é uma oportunidade única ver a arte de rimar, com excelentes arranjos e backings vocals de nível nacional, se tornado acessível em Mato Grosso do Sul, visto que no Estado o gênero sertanejo é predominante.

 

Rodrigo Castejon ressalta que o projeto proporciona maior visibilidade para as bandas autorais, devido a transmissão por meio de lives, que atinge um público de fora do Estado. “Neste momento de pandemia o Som da Concha é  de grande importância, já que o espírito do artista é repleto de esperança” destacou via assessoria. 

 

A banda General R3 and the Black Family traz no vocal Rodrigo Castejon, o General R3, e Vivian Calazans; na guitarra, Davi Galvão de Souza; no baixo, Ricardo Agra; no teclado, Pedro Silva Fernandes; na bateria, Vicente Vieira Neto.

 

Serviço: 

Em decorrência da pandemia de Covid-19, a edição 2021 do projeto ocorre de forma híbrida, com transmissão ao vivo pelo Youtube e Facebook da Fundação de Cultura de MS, para o público presencial a entrada será liberada para 238 pessoas, marcados na arquibancada, por ordem de chegada. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones da Gerência de Desenvolvimento e Difusão de Programas Culturais (67) 3316-9316, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h30 ou pelo e-mail fcmsmusica@gmail.com.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix