Coxim/MS, Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019, 07h:49
Tamanho do texto A - A+

Athletico derruba Inter em PoA e conquista Copa do Brasil

Furacão venceu o Colorado por 2 a 1 no Beira-Rio e garantiu taça inédita para o clube paranaense

Rogério Vidmantas
Capital News

Twitter Oficial/Athletico

Internacional Athletico

Léo Citadini marcou o primeiro gol do título do Athletico no Beira-Rio

A Copa do Brasil tem campeão inédito em 2019. O Athletico-PR voltou a vencer o Internacional nesta quarta-feira (18) e conquistou o título pela primeira vez. Em Porto Alegre, o Furacão fez 2 a 1, gols de Léo Citadini e Rony, com Nico López descontando para o Colorado. Na decisão, foram duas vitórias, começando com 1 a 0 em Curitiba. O time paranaense leva com a conquista aproximadamente R$ 74 milhões, além de lugar na Libertadores e na Supercopa do Brasil em 2020, torneio contra o campeão do Brasileirão.

 

O jogo

 

Apoiado pelo Beira-Rio lotado, o Internacional precisava reverter a vantagem do adversário e apresentou uma postura mais ofensiva desde o início. Já no primeiro minuto, Wellington Silva cruzou na área, Guerrero ajeitou de cabeça para Nico López, que chutou forte para o gol e viu o goleiro Santos fazer a defesa. Aos 19, outra boa chance colorada. Nico López recebeu de goleiro, perdeu o ângulo e cruzou para a área. Patrick chegou junto com Wellington Silva, que cabeceou para fora.

 

A partida seguiu movimentada e, aos 23, o Athletico abriu o placar. Rony avançou em contra-ataque pela esquerda e acionou Marco Ruben dentro da área. O camisa 9 passou para o meio e encontrou Léo Cittadini em ótima posição para dominar e deslocar Marcelo Lomba, fazendo 1 a 0. Com os ânimos à flor da pele, o Colorado seguiu em busca do gol e chegou ao empate aos 30 minutos. Após cobrar escanteio, o uruguaio Nico López percebeu o bate-rebate dentro da área e apareceu para pegar a sobra e completar para o fundo das redes, igualando o placar do primeiro tempo.

 

Na volta do intervalo, o Inter, precisando do resultado, fez duas alterações logo de cara. Rafael Sobis e Nonato entraram nos lugares de Patrick e Bruno, respectivamente. A mexida quase surtiu efeito aos oito minutos, quando Sobis cobrou falta com categoria e obrigou o goleiro Santos a fazer boa defesa. Instantes depois, o atacante cruzou na área, e Víctor Cuesta cabeceou à esquerda do gol. 

 

Embalado pela sua torcida, o Colorado seguiu tentando o gol, mas sem criar chances claras. Enquanto isso, o Athletico Paranaense foi administrando a vantagem e confirmou o título com um gol aos 51 minutos. Pela esquerda, Marcelo Cirino driblou dois marcadores e deu ótima assistência para Rony fazer 2 a 1, ratificando o primeiro título do Furacão na Copa do Brasil.

 

Campanha

 

O Athletico entrou na disputa da Copa do Brasil nas oitavas de final, já que disputava a Libertadores. O primeiro adversário foi o Fortaleza-CE e avançou com empate sem gols no Castelão e vitória por 1 a 0 na Arena da Baixada. Depois, contra o Flamengo a classificação veio nos pênaltis, após dois empates em 1 a 1. Outro favorito derrubado foi o Grêmio, na semifinal. Em Porto Alegre, o Tricolor venceu por 2 a 0, placar devolvido em Curitiba. Nos pênaltis, o goleiro Santos garantiu a classificação rubro-negra. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix