Coxim/MS, Terça-Feira, 20 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020, 20h:01
Tamanho do texto A - A+

Com 10, Águia Negra segura pressão e vence Goianésia no Brasileiro

Time de Rio Brilhante fez 3 a 2 e entrou na zona de classificação do Grupo A5

Rogério Vidmantas
Capital News

Reprodução/MyCujoo

Goianésia Águia Negra

Jhonatan, de cabeça, marcou o primeiro gol do Águia Negra em Goianésia

O Águia Negra foi buscar a primeira vitória na Série D do Campeonato Brasileiro em Goiás. Nesta quarta-feira (30), pela terceira rodada da primeira fase, o time de Rio Brilhante foi ao interior goiano e venceu o Goianésia-GO por 3 a 2, segurando o resultado mesmo com um jogador a menos por quase toda a segunda etapa. Jonatan e Kareca, duas vezes, marcaram os gols do Águia, com Franklin e Márcio Luis descontando.

 

Com a vitória, o representante sul-mato-grossense pulou para a terceira posição do Grupo A5, com cinco pontos, entrando na zona de classificação. O próprio Goianésia, com seis pontos, segue na liderança, agora junto com o Operário VG-MT, que venceu o Real Noroeste-ES por 1 a 0. Nas outras partidas da chave, Aparecidense-GO e Goiânia-GO empataram em 1 a 1 e o União-MT goleou o Vitória-ES por 4 a 1.

 

Primeiro Tempo

 

A partida começou com o Águia Negra jogando como se fosse o líder do grupo e em casa, abrindo o placar aos 12 minutos no Estádio Waldeir Oliveira. Gugu cobrou escanteio pela esquerda e Jonatan subiu mais que os marcadores para, de cabeça, desviar a bola para o ângulo do goleiro Edson, sem reação no lance. O Goianésia acordou e foi em busca do empate em seguida. Aos 16 minutos, Franklin tebelou com Zizu e recebeu livre, de frente para Lúcio, marcando um golaço de primeira, deixando tudo igual.

 

Mas a alegria do time goiano demorou um minuto. Na saída, em bola trabalhada pela esquerda, Rafael Franco cruzou e o goleiro Edson, dono do lance, soltou a bola no peito do Kareca, que só escorou para o gol vazio, recolocando o Águia Negra na frente. Bem postado, o time de Rio Brilhante chegou ao terceiro gol em contra-ataque de manual aos 38 minutos. Gugu roubou a bola ainda no campo de defesa e avançou. Darlan abriu pela direita e recebeu próximo à área, invadiu e cruzou por baixo na medida para Kareca escorar e marcar seu segundo gol no jogo, ampliando a vantagem rubro-negra para 3 a 1 ainda antes do intervalo.

 

Segundo Tempo

 

Na volta do intervalo, o Goianésia tratou de buscar o gol e diminuiu o prejuízo aos seis minutos. Dudu Itapajé cobrou escanteio e o zagueiro Márcio Luis cabeceou no ângulo direito, sem chances para Lúcio, levando o placar para 3 a 2. Para complicar ainda mais a situação do Águia, Mutuca perde a bola no meio e, em seguida, faz falta para segurar o ataque adversário. Como já tinha cartão amarelo, levou o segundo e foi expulso, deixando o time com dez jogadores.

 

Depois, foi só pressão do Goianésia em busca do empate, com o Águia se defendendo como podia, arriscando muito pouco no ataque. Nas bolas aéreas, o time goiano quase empatou duas vezes com Vanilson, mas a bola ou ia para fora, ou parava no goleiro Lúcio. A jogada mais perigosa foi já nos acréscimos. Dudu cruzou mais uma e Ayrton, quase na pequena área, cabeceou para fora, não impedindo assim a vitória do Águia por 3 a 2. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix