CapitalNews

Segunda-Feira, 18 de Março de 2019, 11h:34

Hospital Regional de MS realiza 73 mil exames de imagem e 753 mil de laboratório

Em janeiro de 2019 foram realizados cerca de 62 mil exames laboratoriais. Os exames realizados no hospital são gratuitos.

Flavia Andrade
Capital News

Reprodução

materiais essenciais para realização de exames e medicamentos no hospital, o que causou suspensão no atendimento a pacientes do centro obstétrico, assim como dos que necessitavam do serviço de endoscopia, cardiologia clínica e cirúrgica

Em janeiro de 2019 foram realizados cerca de 62 mil exames laboratoriais. Os exames realizados no hospital são gratuitos.

 

Dados divulgados pelo Hospital Regional de Mato Grosso do Sul (HRMS) destaca os serviços completos que são oferecidos para a população, com atendimento em 45 especialidades médicas. A unidade é equipada com um grande centro de exames, entre eles estão os cardio-diagnósticos, hemodinâmica, imagem e laboratório.

 

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, “É uma unidade hospitalar que presta um atendimento de alta qualidade em diversas especialidades”, declara.

 

Em 2018, foram realizados aproximadamente 753 mil exames laboratoriais de diversas modalidades como bioquímica, endocrinologia, hematologia, imunologia, micologia, microbiologia, parasitologia e urianálise. Todos os exames realizados no hospital são gratuitos. Em relação à parte laboratorial foram mais de 62 mil exames feitos em janeiro de 2019. 

 

No primeiro mês de 2019, foram realizados 6,7 mil exames de imagens. Durante o ano passado, somam 73 mil. Entre esses estão a colonoscopia, endoscopia digestiva alta, mamografia, radiografia simples, tomografia entre outros.

 

Para o diretor-presidente do HRMS, Márcio Eduardo, “Enfrentamos desafios diariamente e buscamos soluções e atendimento humanizado para oferecer à população saúde de qualidade. Nosso Hospital Regional oferece serviços completos, consultas, exames, acompanhamentos além dos tratamentos.  A prioridade desta gestão é aprimorar ainda mais essas condições para que os colaboradores tenham condições de trabalhar  em prol da saúde “, conclui.

 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br