Segunda-feira, 27 de Maio de 2024


Polícia Quarta-feira, 22 de Julho de 2015, 17:27 - A | A

Quarta-feira, 22 de Julho de 2015, 17h:27 - A | A

Fatalidade

Após atropelar veado, motociclista é colhido, morto e arrastado na BR-359

Tão logo agricultor prestou socorro ao motociclista, uma caminhonete em alta velocidade passou sobre o mesmo que estava aído na rodovia

Gilson Giordano
Capital News

Alisson Silva

Após atropelar veado, motociclista é colhido, morto e arrastado na BR-359

Corpo do homem foi arrastado e dilacerado ao longo da rodovia

Vandir Lucas, de 35 anos, morreu tragicamente no início da noite desta terça-feira (21), num acidente ocorrido na BR-359, em Coxim, município localizado na região norte do Estado e distante da Capital a 3250 quilômetros.  Conforme as explicações iniciais ele teria colidido num veado, caiu de moto e foi atropelado em seguida, morrendo no local.


O site Edição de Notícias apurou que Lucas pilotava uma Yamaha YBR Factor, com placa de Coxim, quando colidiu no animal, caindo ao solo. Apesar do acidente, a vítima estava consciente e tentou se levantar, mas não conseguiu, permanecendo deitado na pista de rolamento.

Alisson Silva

Após atropelar veado, motociclista é colhido, morto e arrastado na BR-359

O veado circulava pela pista quando foi atropelado pelo motoqueiro e devido ao impacto, morreu no local


Logo chegou a ajuda do agricultor Antonio Abreu Carneiro, de 67 anos, que conduzia uma Saveiro, com placas de Coxim. Ele parou para ajudar a vítima, acionou o Corpo de Bombeiros e em seguida começou a sinalizar o local.


De repente, ele avistou duas camionetes em alta velocidade, no sentido Alcinópolis. A primeira, uma Ranger, de cor prata, passou por cima de Lucas. Como se não bastasse, a camionete arrastou o corpo por aproximadamente 10 metros.


Com isso, pedaços do corpo de Lucas ficaram espalhados na rodovia. Atrás da  Ranger seguia outra camionete, de cor branca, que conseguiu desviar do corpo. O agricultor não identificou a marca e o modelo da segunda.


Ainda em estado de choque, Carneiro permaneceu no local e prestou todas as informações ao Corpo de Bombeiros, primeira equipe a chegar à rodovia. Em seguida, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) também seguiu para o local.


Na BR-359, algumas munições de calibres 22 e 38 ficaram espalhadas. Provavelmente estavam no bolso da vítima. Uma caixa que estava na garupa da motocicleta ficou intacta e a moto sofreu pequenas avarias. O veado morreu no local.

Comente esta notícia