Quarta-feira, 22 de Maio de 2024


Polícia Terça-feira, 30 de Março de 2021, 14:21 - A | A

Terça-feira, 30 de Março de 2021, 14h:21 - A | A

Localizado

Depois de ameaçar ex-companheira de morte homem é preso em flagrante

Acusado vai responder por ameaça, injúria e posse irregular de arma de fogo

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Depois de ameaçar ex-companheira de morte homem é preso em flagrante

Arma apreendida com o acusado

Divulgação/PCMS

Depois de ameaçar ex-companheira de morte homem é preso em flagrante

Arma apreendida com o acusado

Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia de Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo prendeu em flagrante um homem de 51 anos, suspeito de praticar os crimes de ameaça, injúria e posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

O motivo seria por não aceitar o término de um relacionamento de 2 anos e 6 meses, o suspeito passou a proferir diversas ameaças de morte contra a vítima, dizendo que, caso ela não quisesse conversar com ele ou não reatar a relação, morreria. O suspeito disse, ainda, que mataria os filhos da vítima.

Em razão dessas ameaças, a vítima chegou a registrar boletim de ocorrência no dia 23 de março junto à Delegacia da Mulher em Campo Grande. Segundo a Polícia Civil, mesmo após o registro, o suspeito continuou ligando para a vítima por diversas vezes, seja lhe perturbando, seja lhe proferindo ameaças e injúrias.

Em um áudio no dia 24, com 17 minutos e 16 segundos, o suspeito disse, em resumo, para a vítima tomar cuidado, pois seria questão de tempo para ela morrer. No áudio, ele confessa a posse de arma de fogo. Não bastasse isso em um áudio de aproximadamente 14 minutos, o homem proferiu os seguintes dizeres, dentre outros. Após o recebimento de mensagens e ligações com conteúdo ameaçador e injurioso, a vítima acionou a Polícia Civil de Ribas e contou todo o ocorrido.

Imediatamente, um investigador  efetuou diligências e conseguiu localizar o agressor na Avenida Aureliano Moura Brandão, que recebeu voz de prisão. O homem, na ocasião, confessou os crimes. Na sequência, o Delegado chegou ao local para dar apoio ao Investigador e entrevistou o suspeito, indagando-lhe a respeito de eventual arma de fogo que estava portando, pois nos áudios ele afirma, diversas vezes, ser proprietário de uma carabina. Depois da indagação feita pela Autoridade Policial, o suspeito confessou a posse da arma. Ele acompanhou os policiais civis até sua residência, onde mostrou o esconderijo do armamento (carabina de calibre .38 com 0 munições intactas). Autor foi encaminhado à Delegacia de Polícia e está preso à disposição da Justiça.

 

Comente esta notícia