Coxim/MS, Terça-Feira, 16 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 01 de Julho de 2022, 09h:14
Tamanho do texto A - A+

Homem é assassinado após tomar carro como garantia de empréstimo

O suspeito pela morte foi preso

Iury de Oliveira
Capital News

Divulgação/Polícia Civil

Homem é assassinado após tomar carro como garantia de empretismo

Carro que foi dado como garantia

Um homem, de 37 anos,  suspeito de ter cometido um homicídio foi preso nesta quinta-feira (30) em Campo Grande, pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes de Furtos e Roubos de Veículos (DEFURV) e Grupo de Operações e Investigações (GOI). Ele teria matado homem que o emprestou dinheiro e ficou com seu carro como garantia.

 

Segundo as informações levantadas, policiais civis lotados na DEFURV e no GOI, no começo da manhã de ontem, foram acionados para atenderem um local de latrocínio, que vitimou Wilson Pereira de Souza, de 62 anos de idade. Inicialmente a vítima foi encontrada em sua casa, caída no chão da cozinha do imóvel, sem movimentos aparentes, já em óbito, e com manchas de sangue por todo o cômodo.

 

No local, os policiais foram informados de que Wilson emprestava dinheiro e uma pessoa do sexo masculino, de 37 anos, pegou uma certa quantia emprestada, deixando um veículo penhorado no local, um VW Gol de cor vermelha. Este veículo não estava mais na casa.

 

Após receber a informação de que o possível autor teria um restaurante que vende espetinho no bairro São Conrado, os policiais realizaram buscas na região e localizaram o veículo no restaurante localizado na Av. Gen. Alberto Carlos Mendonça Lima, no Jardim São Conrado, em Campo Grande.

 

Os policiais conseguiram contato telefônico com o autor que afirmou estar em sua residência. Quando os policiais chegaram na casa, o homem foi localizado saindo da casa e ao ser indagado dos fatos, começou a se contradizer sobre o encontro com a vítima e como ele obteve o veículo GOL que estava em posse de Wilson.

 

Neste momento o homem de 37 anos começou a ficar nervoso e questionar aos policiais sobre a abordagem, momento em que foi solicitado para ficar calmo e que seria melhor esclarecer os fatos. Quando foi dada voz de prisão e solicitado a entrega do celular, o autor resistiu à prisão sendo necessário imobilizá-lo e fazer uso do emprego de algemas.

 

Divulgação/Polícia Civil

Homem é assassinado após tomar carro como garantia de empretismo

Arma apreendida

Foi realizada busca na casa e localizada no interior do quarto do autor, uma caixa com munição de calibre .380 e um carregador de pistola marca Taurus, calibre .380.

 

Em seguida, os policiais retornaram ao comércio de espetinhos e foram informados que a outra equipe de policiais encontrou no estabelecimento, escondido entre caixas de guardanapos uma caixa com uma pistola calibre .765, com um carregador e diversas munições de calibre .32, compatíveis com as cápsulas de munição encontradas deflagradas na casa da vítima.

 

Neste momento, foi novamente questionado ao autor sobre os fatos e acabou confessando aos policiais a prática do crime de homicídio, porém, na presença do advogado, permaneceu em silêncio. O local foi preservado para realização da perícia e o veículo apreendido.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix