Coxim/MS, Sexta-Feira, 26 de Novembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Sexta-Feira, 22 de Outubro de 2021, 09h:53
Tamanho do texto A - A+

Vítima de sequestro relâmpago é resgatada

Autores foram presos em flagrantes; Crime aconteceu na última terça-feira

Elaine Silva
Capital News

Divulgação/PCMS

Vítima de sequestro relâmpago é resgatada

Autores foram presos em flagrante

Primeira Delegacia de Polícia de Coxim realizou a prisão em flagrante de J.N.C, 76 anos, M.A.S, 71, N.C.C, 56 e O.H.C de 34, pelos crimes de extorsão mediante a restrição da liberdade da vítima, porte de arma de fogo de uso permitido e posse de arma de fogo de uso permitido.

 

Nesta terça-feira (19), por volta das 06h30min, os policiais foram acionados acerca de um “sequestro” ocorrido na Rua Minas Gerais, Bairro BNH. Segundo informações, a vítima, homem de 65 anos, teria sido colocada a força dentro de uma camionete de cor prata, por dois homens, que levaram a camionete Ford/Ranger, da vítima, na ação, indicando possível crime de sequestro relâmpago em andamento. 

Divulgação/PCMS

Vítima de sequestro relâmpago é resgatada

Armas e munições apreendidas com os autores

 

O setor de investigações imediatamente empreendeu diligências e levantaram a informação de que a vítima travava uma disputa judicial agrária com J.N.C. Em diligências, o veículo e a vítima foram localizados na residência de J.N.C. 

 

A vítima foi tirada imediatamente do local, momento em que informou que havia sido sequestrada e que havia dentro da residência um pistoleiro armado. Conforme a Polícia Civil, a equipe policial passou a vasculhar a residência e localizou M.A.S, policial militar aposentado, trancado dentro de um banheiro no interior da casa, portando uma arma de fogo calibre. 38, com seis munições do mesmo calibre.

 

Em buscas, ainda foram localizadas, no guarda-roupas de J.N.C, 13 munições de calibres diversos. Segundo relatos da vítima, sua esposa N.C.C de 56 anos e o filho do casal O.H.C de 34, os autores ameaçaram de morte para que ele transferisse a escritura da propriedade, objeto do litígio, afirmando que M.A.S, era pistoleiro armado e que iria lhe matar, caso se negasse. Os envolvidos foram conduzidos para a 1ªDP/Coxim e autuados e flagrante delito.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix