Coxim/MS, Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020, 08h:39
Tamanho do texto A - A+

Twitter vira palco de discussão entre Deputados

Fábio Trad e Carla Zambelli utilizam a mídia social para brigarem

Laryssa Maier
Capital News

Arquivo Capital News

Deputado federal Fábio Trad

Deputado federal Fábio Trad

No Twitter, os deputados federais Fábio Trad (PSD-MS) e Carla Zambelli (PSL-SP) discutiram, depois que Carla acusou seu colega de criar um “jabuti” na proposta de emenda à Constituição (PEC) da 2ª instância. 

 

O termo é usado para indicar uma modificação num projeto de lei em discussão de forma a alterar ou distorcer seu objetivo original. A parlamentar acredita que a medida “afogaria” o Superior Tribunal de Justiça (STJ) com mais processos. “O propósito da PEC é acelerar, não atrasar, a execução da pena em processos penais. Não há sentido em criar um novo recurso para a defesa, obrigado o STJ a analisar questões de fato. Estamos analisando os caminhos para retirar essa pegadinha”, escreveu.

 

Trad não se calou, “Querida Carla, leia o relatório com a sua própria inteligência. Ainda acredito que você a tenha e acho que um pouco maior que do animal que você diz que viu no meu relatório”, respondeu.

 

Continuando a discussão Carla acusou Trad de machismo;“Isso é machismo ou argumento de autoridade? O senhor falou em ‘direito ao duplo pronunciamento’. Pelo seu raciocínio, nenhum condenado no mensalão poderia cumprir pena, pois o julgamento foi em única instância. Também teríamos que revogar a prisão em 1ª instância no júri”.

 

A história ainda não acabou, mais uma vez Trad respondeu “Convidá-la para um debate sem ponto no ouvido não é ato machista, tampouco argumento de autoridade. Trata-se apenas de uma oportunidade para sanar as dúvidas que te fizeram ver um jabuti no lugar de um princípio constitucional”.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix