Coxim/MS, Terça-Feira, 20 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 14 de Agosto de 2020, 17h:13
Tamanho do texto A - A+

Filipinas suspendem importações de frango do Brasil

Decisão ocorre após a China encontrar traços do vírus em um carregamento de frango congelado

Flávio Veras
Capital News

MPT/Arquivo

Filipinas suspendem importações de frango do Brasil

Brasil é maior exportador global de carne de frango do mundo

Filipinas impuseram uma proibição temporária às importações de carne de frango do Brasil nesta sexta-feira (14) depois que uma cidade na China disse ter encontrado traços do novo coronavírus em um carregamento de asas de frango produzidas no país.

 

Segundo informações do portal G1, o Brasil, maior exportador global de carne de frango, responde por cerca de 20% das importações do produto das Filipinas. De janeiro a julho, o país vendeu US$ 31,4 milhões aos filipinos, cerca de 50,3 mil toneladas, o que representa cerca de 2% das exportações brasileiras no período.

 

"Com os relatórios recentes da China e em conformidade com a Lei de Segurança Alimentar do país para regulamentar os operadores de empresas de alimentos e proteger os consumidores filipinos, é imposta a proibição temporária da importação de carne de frango", disse o Departamento de Agricultura em um comunicado enviado à agência Reuters.

 

O Brasil tem o segundo pior surto de Covid-19 do mundo, depois dos Estados Unidos, registrando mais de 3,2 milhões de casos e mais de 105.000 mortes desde o início da pandemia. O governo filipino não disse por quanto tempo a proibição seria aplicada.

 

O Departamento de Agricultura das Filipinas garantiu ao público, no entanto, que os produtos de frango atualmente no mercado local são seguros para o consumo.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) disse na quinta-feira (13) que não vê nenhuma evidência de que o coronavírus se espalhando por alimentos ou embalagens e pediu às pessoas que não tenham medo de que o vírus entre na cadeia alimentar.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix