Coxim/MS, Segunda-Feira, 25 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sexta-Feira, 30 de Julho de 2021, 15h:39
Tamanho do texto A - A+

Nova usina de etanol fomenta a produção de biocombustíveis em MS

Empreendimento disponibilizará até 2 mil empregos no Estado

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/Portal MS

Usina de etanol fomenta a produção de biocombustíveis em MS

Cerimônia de apresentação do projeto

O anúncio da nova usina de etanol de milho, Neomille, em Maracaju contribui para o avanço na produção de biocombustíveis e na geração de energia limpa em Mato Grosso do Sul. Na manhã desta sexta-feira (30), o Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), participou da cerimônia de apresentação técnica do projeto.

 

A implantação da usina de etanol fabricado a partir do milho, proporcionará cerca de 150 empregos diretos e dois mil indiretos durante a fase de construção do projeto e contará com incentivos do Governo do Estado e da Prefeitura Municipal.

 

Na ocasião, Reinaldo Azambuja destacou a importância do empreendimento na geração de empregos no Estado. "Ontem, o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, divulgou a geração de empregos e desempregos no Brasil inteiro e Mato Grosso do Sul, pela primeira vez em dez anos, empregou 27.594 pessoas a mais. Estou falando em empregos positivos na pandemia, enquanto a economia mundial encolheu. E aí a gente vê a importância que é o acreditar de investidores em Mato Grosso do Sul e no Brasil", disse o governador.

 

Secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel destaca que o novo empreendimento irá gerar maior competitividade a MS. "Essa usina vai agregar valor à nossa produção e gerar empregos e renda", enfatizou.

 

Divulgação/Portal MS

Usina de etanol fomenta a produção de biocombustíveis em MS

Acordo assinado pelos dirigentes

De acordo com o Governo do Estado, por meio do Grupo Cerradinho serão investidos R$ 1 bilhão na construção usina de etanol de milho, que terá capacidade para processar 1,2 mil toneladas do grão, 100% produzidos no Estado, o que corresponde a aproximadamente, 510 milhões de litros de etanol. A Usina ocupará uma área de 115 hectares situada em terreno adquirido na rodovia MS-156.

 

CEO do Grupo Cerradinho, Paulo Motta explica que a empresa atua há quase 50 anos no setor sucroenergético, e que a grande produção somada à infraestrutura logística para exportação em Mato Grosso do Sul favorece os investimentos. “Maracaju é a maior produtora de milho do estado e possui condições favoráveis para aquisição de biomassa e comercialização de produtos", ressaltou via assessoria.

 

Conforme o cronograma do projeto, a construção será iniciada no primeiro semestre de 2022, com duração prevista de 18 meses e conclusão no segundo semestre de 2023.

 

Prefeito de Maracaju, Marcos Calderan ressalta que inovações como a Ferroeste e a Rota Bioceânica fomentam os investimentos em empreendimentos do tipo. "Teremos, se Deus quiser, a realidade dessa ferrovia, que está chegando para poder escoar nossos produtos, e a Rota Bioceânica, que está se tornando realidade através da ponte de Porto Murtinho".

 

Titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck ressalta a importância do projeto. “Ainda não temos uma usina de etanol de milho em funcionamento em Mato Grosso do Sul, mas, esse tipo de empreendimento já é uma realidade em nosso Estado. Montamos uma estratégia de buscar agregação de valor para os nossos produtos agrícolas. Hoje, Mato Grosso do Sul exporta milho para outros países e outros Estados. A ideia é que ampliemos a demanda interna da nossa safra do grão, que é de cerca de 10 milhões de toneladas/ano e que tenhamos novos subprodutos para outras cadeias produtivas”, destacou.

 

Jaime Verruck ressalta que a nova usina irá fomentar a produção de milho em MS. “O etanol de milho agrega valor ao grão e proporciona maior rendimento ao produtor. Deveremos ter uma ampliação em nossa produção do milho, em função da instalação dessa nova indústria e também de outra usina de etanol em Dourados, que ainda iremos anunciar oficialmente nos próximos meses”, explicou o secretário.

 

A cerimônia em Maracaju contou ainda com a presença do diretor de Novos Negócios e Planejamento Estratégico da CerradinhoBio, Renato Henrique Pretti e o gerente de Originação de Grãos e Negócios Agrícolas, Eduardo Paiva. Durante o evento, o secretário Eduardo Riedel anunciou a construção de uma rotatória na MS-157, que dará acesso à nova usina.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix