Coxim/MS, Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Terça-Feira, 14 de Abril de 2015, 10h:17
Tamanho do texto A - A+

Prefeito do Coxim comenta sobre possível parceria entre médicos da Santa Casa e municípios do estado

Kemila Pellin
Capital News

O prefeito da cidade de Coxim, Aluizio São José (PSB) comentou durante evento de agradecimento aos parceiros da Caravana da saúde na tarde desta segunda-feira (12), que junto com o governo do estado, está conversando com um grupo de médicos que representam os clínicos da Santa Casa de Campo Grande para uma parceria entre eles e os municípios de Mato Grosso do Sul que tem carência no quadro médico.

Deurico/Capital News

Aluízio

O prefeito também destacou que a Caravana teve vários momentos importantes, incluindo a sinalização do governo do estado em discutir a reestruturação e a regionalização da saúde

 

Segundo o prefeito, a Caravana foi essencial para equalizar as demandas que sobrecarregavam o município, mas é preciso se discutir medidas efetivas, que resolvam os problemas cotidianos. “A saúde pública é uma atividade que não para, eu estou falando com você aqui e alguém está ficando doente, então a gente precisa encontrar as formas de implementar modelos de custeio, de gestão e de financiamento, para que possamos romper dogmas, dentre eles, levar médicos especialistas para o interior. A gente muita vezes por si só, não consegue fazer isso, então isso está sendo estudado.  Nós temos uma reunião junto com o estado, com um grupo de médicos que representam os clínicos da Santa Casa, para verificar a possibilidade deles fazerem constantemente atendimentos nas microrregiões.  Basicamente, seria definido um tempo cronológico, para a cada tantos dias eles irem a Coxim”, explicou.

 

Aluízio também destacou que é clara a dificuldade dos municípios em atrair especialistas, o que acaba sobrecarregando a saúde da Capital. “Infelizmente a gente não consegue atrair todos, porque isso remete a uma discussão sem fim. Às vezes se fala: A o interior não paga bem o médico; mas quando eu trato de um médico de uma especialidade rara é bem possível que o mercado da Capital seja muito mais interessante do que o interior, onde as limitações de atendimento são claras”, explicou.

 

O prefeito também comentou que a possibilidade está sendo estudada, mas que a tese da criação de uma associação dos médicos da Santa Casa é bastante consistente e trará benefícios tanto para o interior quanto para a Capital. “Nesta perspectiva, considerando que o corpo clínico da Santa Casa chega próximo de 500 médicos, não sei quantos deles ainda faria parte desta associação, mas que eles se colocariam a disposição para ajudar o interior nesse processo. Porque a lógica é, quanto mais a gente desafogar essa demanda reprimida do interior, melhor será a saúde da Capital. Então são duas circunstâncias bastante interessantes que uma decisão de governo poderá beneficiar os dois”, reforça.

 

O governador ainda não se pronunciou sobre este assunto, mas reforçou que a regionalização da saúde é uma meta do seu governo. Nesse sentido, Reinaldo também destacou a criação de um centro de hemodiálise no Hospital Regional de Coxim. “Eu já estou cobrando a liberação do Ministério, hora que ele autorizar a gente vai implantar imediatamente, porque a hemodiálise é uma necessidade da região”, finalizou o governador.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix